REGRAS DE CONVIVÊNCIA DE ANIMAIS EM CONDOMÍNIO

Todos nos gostamos de um animal de estimação, seja ele um cachorro, um gato, papagaio ou periquito. Mas isso é uma situação bem complexa, pois não se trata de ter um simples animalzinho em casa, mas sim o relacionamento dentro do condomínio. Pois existem moradores que até gostam, mas não suportam ter um em casa e ai precisam de mais atenção.

Por não se ter uma legislação que permita ou proíba ter um pet no apartamento, sugerimos alguns cuidados para se ter um e ainda ter um bom relacionamento com seus vizinhos:

– Junto com o síndico, tentem incluir na convenção do condomínio regras como: Segurança (todo cachorro que por ventura tenha comportamento agressivo, tenha que usar focinheira em espaços comuns), higiene (limitar local para as necessidades) , etc;

– Ficar atento com locais de de circulação: entrada e saída dentro do prédio;

– Sempre existirá conflitos dentro do condomínio, haja com diplomacia e paciência nessas situações;

– Leve sempre sacos ou jornais para limpar as necessidades, em caso de cachorros;

– Zele pela saúde de seu animal, leve-o periodicamente ao veterinário, com o cartão de vacinação. Mantenha-o sempre limpo e repare o cheio que ele pode exalar, seus vizinhos podem ter alergia ao animal;

– Tome cuidado com o latido do animal, exitem lei do silêncio e se aplica nesse caso;

Procure sempre a boa convivência com seus vizinhos, promova a discussão nas assembleias, e caso tenha alguma dúvida, faça contato:

Gente Administradora
comunicacao@genteadm.com.br
Tel: (31) 3140-1314

http://www.genteadm.com.br